Deus é soberano

É justo Deus salvar uma pessoa que sempre fez o mal e se arrependeu pouco antes de morrer? É realmente justo Deus salvar alguém que nunca fez nada de correto nesse mundo, que sempre afrontou a Deus e aí chega ao final de sua vida ela aceita Jesus e é salva. E todas as pessoas que ela prejudicou? E a vida desregrada  que ela viveu? Ao mesmo tempo, alguns sempre se dedicaram a vida toda pela obra do Senhor, sofreram e, no final, vão ao mesmo lugar que essa pessoa. Isso parece injusto?

2

Não é raro questionarmos as formas como Deus faz as coisas que, muitas vezes, em nosso julgamento, nem sempre parecem justas. Geralmente julgamos a partir da ótica do merecimento, logo, quem fez mais coisas boas deveria ser salvo e quem não fez não deveria. A salvação, segundo é, não depende de obras. Ela acontece por ação e vontade de Deus em nossa vida:

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus, não de obras, para que ninguém se glorie” – Efésios 2, 8-9

Mesmo aqueles que parecem bons demais para serem pecadores:

“pois todos pecaram e carecem da glória de Deus” – Romanos 3, 23.

As escolhas de Deus são soberanas e justas, mesmo que achemos o contrário. Se Deus resolveu salvar alguém nos últimos minutos de vida, como foi o caso do ladrão crucificado ao lado de Jesus, por exemplo, Ele não está cometendo nenhuma injustiça, mas exercendo a Sua livre justiça e misericórdia de forma soberana. Jesus nos ensina que Deus é soberano e derrama da Sua graça sobre todos da maneira como quer. Não cabe a nós termos inveja de quem, aparentemente, recebeu mais do que nós. Cabe a nós sermos gratos por Deus ter derramado também sobre nós da Sua graça. Olhar para alguém que foi salvo nos últimos instantes de sua vida e dizer que foi injustiça de Deus, é termos um olhar mal sobre um bem que Deus fez. Devemos nos contentar com aquilo que Deus faz por nós e olharmos para as bênçãos na vida de outras pessoas com alegria e satisfação por ver que Deus age bondosamente nessas vidas tanto quanto na nossa.

Minha bênção

Diácono Glén

11

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: