Ainda vale a pena ler “A Imitação de Cristo”?

Queridos e queridas, você já deve ter escutado falar, ou já deve ter recebido como indicação de leitura o livro ‘Imitação de Cristo’, se não ouviu ou algo do tipo talvez mude de ideia neste momento e assim que acabar a leitura desta matéria já vá correndo pra ler.

Bom, trouxemos aqui um texto do padre Paulo Ricardo sobre isso, se ainda vale a pena ler este livro. Vem ver! Continue lendo “Ainda vale a pena ler “A Imitação de Cristo”?”

Reconhecer Cristo onde quer que se manifeste

Começamos refletindo a respeito de uma passagem do Evangelho de São Lucas 24,28-32 que diz:

“Quando se aproximaram do povoado para onde iam, Jesus fez menção de seguir adiante. Mas eles insistiram, dizendo: ‘Fica conosco, pois cai a tarde e o dia declina’. Ele entrou para ficar com eles. E aconteceu que, enquanto estava com eles à mesa , tomou o pão, rezou a benção, partiu-o e lhes deu. Então, abriram-se os olhos deles e o reconheceram, mas ele desapareceu. Disseram então um para o outro: ‘Não ardia o nosso coração quando pelo caminho nos falava e explicava as escrituras?'”.

Contemplar Cristo implica saber reconhece-lo onde quer que se manifeste, nas suas múltiplas presenças.

MAS SOBRETUDO NO SACRAMENTO VIVO DO SEU CORPO E DO SEU SANGUE.

A Igreja vive do CRISTO EUCARÍSTICO, por Ele é  ALIMENTADA, por Ele é  ILUMINADA. A EUCARISTIA É MISTÉRIO DE FÉ e, também, “MISTÉRIO DE LUZ”. Toda vez que a Igreja celebra, os fiéis podem REVIVER de algum modo a experiência dos dois discípulos de Emaús: “ABRIRAM-SE OS OLHOS DELES E O RECONHECERAM”.

E você tem reconhecido Cristo na Eucaristia?

Por hoje é só!
Fiquem com Deus!

Fonte: Livro – Cinco minutos com Deus e João Paulo II

1

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑