NÃO DÊ VALOR AO QUE NADA VALE!

sadnessNormalmente quem sofre por algo insignificante e sem importância, se acha injustiçado, e a injustiça pode até ter acontecido, mas o fato de alimentar esse sentimento de autopiedade já te tira da posição de vítima. Sofrer por algo  insignificante, vai consumir os dias, consome os relacionamentos, consome a gratidão e consome a FELICIDADE!
Portanto, não sofra, olhe a situação como um todo, seja maduro para analisar o sofrimento de modo equilibrado para poder se conter, seja firme para se posicionar, mas não sofra, não alimente insignificâncias, não dê valor ao que nada vale!
Minha benção Continue lendo “NÃO DÊ VALOR AO QUE NADA VALE!”

ACEITAR A CORREÇÃO

coracao-com-curativos-feridoOs ferimentos dos nossos erros devem ser tratados pelo Médico divino, mas Ele não operará se não for procurado. E esta procura é pela entrega.  Devemos nos sujeitar debaixo da potente mão de Deus, e receber de bom grado os juízos corretivos, por mais que estes nos doam, porque é assim que se acha graça em ocasião oportuna. Quanto mais tentarmos justificar a nós próprios, maiores abismos se abrirão e engolirão ainda mais o nosso espírito em suas profundezas.
Minha benção
Diácono Glén Borba.

2699301384_fc5b44355e“E tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, vo-lo farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Qualquer coisa que me pedirdes em meu nome, vo-lo farei. Se me amais, guardareis os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco.”

João 14, 13-16.

Advento

para-noticia-011

Aproxima-se um  novo tempo litúrgico para Igreja, o Advento!

A palavra “Advento” remete o sentido de “aproximação”, “vinda”. O Papa Emérito Bento XVI discorreu sobre o tema, afirmando que “pela palavra ‘Adventus’, pretendia-se dizer: Deus está aqui, Ele não se retirou do mundo, não nos deixou a sós”; “o significado da expressão ‘advento’ compreende então também o de visitatio, que quer dizer simples e diretamente ‘visita’; neste caso, trata-se de uma visita divina: Ele entra em minha vida e quer se dirigir a mim”.

Eis um tempo de esperança, de preparação espiritual para vinda de Cristo! Esse tempo litúrgico é dividido em duas partes. A primeira parte vai até o dia 16 de dezembro. Nela nos preparamos espiritualmente com esperança para segunda vinda de Jesus. Esse primeiro momento é propício para meditarmos de forma mais profunda nos novíssimos e na consideração do fim dos tempos, meditando na misericórdia e justiça divinas e no chamado à santidade. Já na segunda parte, pela proximidade do Natal, recorda-se o nascimento do Salvador, a sua primeira vinda! Nela recebemos um convite de buscarmos uma intimidade maior com a Sagrada Família, como nos disse Dom Javier Echevarría:

“Caminhemos, pois, em direção a Belém, muito unidos a Maria e José. Eles hão de ensinar-nos a tratar Jesus com carinho e delicadeza, a segui-lo e enamorar-nos dEle”.   

Que nós possamos viver bem todo esse tempo litúrgico para renovar a esperança e a alegria em nossos corações, além de estabelecer firmes propósitos para que todos nós possamos corresponder fielmente ao chamado de Deus, sendo santos no meio do mundo, anunciando a Boa Nova a todos, através de uma vida virtuosa na simplicidade do nosso cotidiano! A frequência nos sacramentos, a confissão e a Eucaristia; o tempo da Oração diária e outras práticas de piedade e de caridade irão nos ajudar a nos identificarmos mais com Cristo e a nos prepararmos melhor para a grande celebração que é o Natal e para nossa missão de santidade para vida toda!

advento-660x330

“Olhai e levantai as vossas cabeças porque está próxima a vossa redenção, lemos no Evangelho. O tempo do Advento é o tempo da esperança. Todo o panorama da nossa vocação cristã, a unidade de vida que tem como nervo a presença de Deus, Nosso Pai, pode e deve ser uma realidade diária”. (É Cristo que passa, 11)

Texto: Bianca Quevedo

1

GANHE FORÇA!

hermoso_corazon_fantasticoVocê se ressente com as dificuldades que estão presentes em sua vida? Por quê? Qual é o benefício que o ressentimento lhe traz? Absolutamente nenhum. Ressentir-se por estar cheio de dificuldades só faz com que o problema se intensifique ainda mais. Por outro lado, encontrar uma maneira de encarar esses problemas com lucidez e determinação fará com que você ganhe força em sua vida. O fato é que Deus jamais desperdiça uma dor ou uma situação angustiante. Portanto, é a gratidão que fará com que você cresça em seu caráter e estabilidade diante de situações adversas.
Bom dia!
Minha benção
Diácono Glén Borba. Continue lendo “GANHE FORÇA!”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑