Aos jovens de qualquer idade

img_7672

Digo-lhes que Deus nada criou para obscuridade; tão pouco e muito menos a sua Preciosa Criatura Humana foi criada para viver na obscuridade (ver Salmo 8, 5).

forming-manCada Pessoa Humana foi criada por Deus com a aspiração de um propósito do seu Coração Santo. Todos fomos criados para ACONTECER como indivíduos humanos; tomando posse da sua identidade existencial que nos foi atribuída em consonância com o propósito com que fomos criados, pois, não somos frutos de um Acaso de Deus, nem de um Acidente Divino. Isso nunca acontece. Deus não erra! Deus antes de te criar sonhou com você; fez planos para sua Vida antes de te fazer real e concreto(a).

Então, de posse desta Identidade Existencial que nos foi atribuída, devemos protagonizar o direcionamento da nossa própria história de vida. Com a Liberdade e a capacidade para Bem Discernir os fatos, as situações, e as circunstâncias, assim distinguindo uma coisa de outra coisa; entre o benfazejo e o que não é benfazejo; entre o que tem mais valor, do que tem menos valor, e também do que valor algum possui. Esta autonomia te foi concedida para que você faça escolhas livremente.

Ninguém ama verdadeiramente por imposição. Amar a Deus sobre todas as coisas; amar-se a si mesmo, e amar ao próximo como a si mesmo só é possível livremente. É neste contexto de entendimento e ferramentas que devemos desbravar nosso caminho para nos fazer acontecer como pessoa, conforme o sonho do Coração de Deus.

Ninguém foi criado para QUASE ACONTECER. Você foi criado para DAR CERTO, e não QUASE DAR CERTO.

No entanto, existe uma parte deste projeto que cabe somente a você realizar. Se você pedir Deus vai te ajudar em TUDO, só não vai fazer a parte que te cabe. Por isso, é preciso que você arregace as mangas e vá à luta, acreditando determinadamente, mais do que todos, na certeza da conquista.

Se cair, trate de levantar-se o mais rápido que puder. Não fique deitado se lamentando nem atribuindo culpa a outrem. Não perca tempo com isso, pois, não serve para nada. Não contribui positivamente para seu objetivo. Levante-se e recomece, mesmo que tenha que fazê-lo a partir do abaixo do zero.

esforc3a7oOs vencedores são aqueles que fazem algo a mais e diferente que a maioria. Oram mais! Trabalham mais! Estudam mais! Focam mais! Se dedicam e se empenham mais! Se determinam mais! Não se rendem! Não se intimide e nem tenha medo das dificuldades nem dos obstáculos.

 Procure uma maneira inteligente e lícita para surpreendê-los, contorná-los, e superá-los. Se você não nasceu com um talento que neste momento lhe é fundamentalmente necessário para prosseguir; adquira-o pela superação de aprendê-lo com mais trabalho; mais observação; mais dedicação; mais humildade de aprendiz. Você pode até não vir se tornar um virtuoso, mas irá conseguir o suficiente necessário.

Nunca deixe de acreditar que você pode aprender e realizar qualquer coisa, por mais complexa e difícil que inicialmente possa parecer; você o fará desde que se determine a fazê-lo. Não ouça os desencorajadores, estes apenas buscam companhia junto a sua própria acomodação. Não acredite nos que disserem que você não é capaz. Nem se detenha diante dos que tentam lhe barrar os passos. Procure uma maneira inteligente e lícita para surpreendê-los, para contorná-los, e superá-los. O DOM da sua Vida é para que você o celebre em plenitude e abundância, protagonizando-o com lucidez, perspicácia, sabedoria, e virtudes; a cada instante; a cada momento; a cada novo dia.

obstacles

Agora levante-se; mova-se, e vá fazer o que te cabe para realizar seus Sonhos, seus Projetos, a sua visão de Futuro. Vá fazer-se ACONTECER conforme o que Deus sonhou com expectativa para sua vida. Celebre a sua Vida com entusiasmo e alegria. Acredite!

Diácono Antônio Luiz

1

GANHE FORÇA!

hermoso_corazon_fantasticoVocê se ressente com as dificuldades que estão presentes em sua vida? Por quê? Qual é o benefício que o ressentimento lhe traz? Absolutamente nenhum. Ressentir-se por estar cheio de dificuldades só faz com que o problema se intensifique ainda mais. Por outro lado, encontrar uma maneira de encarar esses problemas com lucidez e determinação fará com que você ganhe força em sua vida. O fato é que Deus jamais desperdiça uma dor ou uma situação angustiante. Portanto, é a gratidão que fará com que você cresça em seu caráter e estabilidade diante de situações adversas.
Bom dia!
Minha benção
Diácono Glén Borba. Continue lendo “GANHE FORÇA!”

Dia de Finados

finados-123

Está bem presente em nossas vidas o costume de fazer memória dos entes queridos já falecidos, amigos ou conhecidos. Nesse dia de modo ainda mais forte e mais particular, quando rezamos mais fervorosamente pelas almas, visitamos os cemitérios, túmulos e rezamos juntos pelos mortos. Lembrando também dos testemunhos de fé, de caminhada e de amor vividos por eles. Vale lembrar que acreditamos na recompensa eterna prometida. A vida não acaba ali.
A celebração de finados evoca três realidades em todos nós. A primeira é o sentimento de saudade, porque cada um marca seu tempo e as pessoas com quem convive. A segunda é a esperança, principalmente por saber que a morte não tem a última palavra na vida das pessoas. Por último o compromisso que devemos assumir em nossa caminhada ainda no tempo que passa.
O clima de finados tem uma conotação de sofrimento, de perda e de limites, que só é possível ser superada no contexto do mistério da fé. Escapa à nossa capacidade, dentro do mundo visível, o entendimento da realidade concreta da vida após a morte. A promessa de Jesus Cristo é a ressurreição, como fruto de conquista feita na vida terrena.
A morte, numa visão de fé, leva-nos a olhar para o acontecimento da cruz de Cristo, mostrando o rosto misericordioso de Deus. Não é o pecado que conta, e o amor de Deus não está baseado em nossos méritos. A verdadeira esperança não decepciona, porque está fundamentada no mistério da bondade e do amor de Deus em Jesus Cristo.
Celebrar esse dia não pode ser apenas um sentimento, um lamento, mas também atitude de compromisso com a realidade concreta da vida. É lembrar – se dos que já se foram, mas com os olhos fixados no hoje da história, valorizando e agradecendo pelo que temos e somos ainda.
A referência maior deve estar nas palavras de Jesus: “PARA QUE TODOS TENHAM VIDA E VIDA EM PLENITUDE “ (Jo 10,10). Deus é defensor da vida, que deve ser administrada por nós, dando a ela o rumo certo, a morada definitiva, que só pode ser no seio eterno de Deus.

Fonte: Dom Paulo Mendes Peixoto – Arcebispo de Uberaba. 

1

Viva a todos os Santos!

file_101310_todos_santos-top

Viva a todos os santos e santas de Deus! Vivaaaa!!!
Hoje nossa Santa Igreja celebra o dia de todos o santos. Vamos conhecer um pouco mais sobre essa festa?

Na solenidade de todos os Santos a Igreja militante (que luta na Terra) honra a Igreja triunfante do Céu.

No dia 1º de novembro, a Igreja celebra a festa de Todos os Santos. Segundo a tradição, ela foi colocada neste dia, logo após 31 de outubro, porque que os celtas ingleses – pagãos -, celebravam as bruxas e os espíritos que vinham se alimentar e assustar as pessoas nesta noite (Halloween).

“Todos os fiéis cristãos, de qualquer estado ou ordem, são chamados à plenitude da vida cristã e à perfeição da caridade. Todos são chamados à santidade: ‘Deveis ser perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito’ “(Mt 5,48) (CIC 2013).

todos-los-santos-620x360

Sabemos que desde os primeiros séculos os cristãos praticam o culto dos santos, a começar pelos mártires, por isto hoje vivemos esta Tradição, na qual nossa Mãe Igreja convida-nos a contemplarmos os nossos “heróis” da fé, esperança e caridade. Na verdade é um convite a olharmos para o Alto, pois neste mundo escurecido pelo pecado, brilham no Céu com a luz do triunfo e esperança daqueles que viveram e morreram em Cristo, por Cristo e com Cristo, formando uma “constelação”, já que São João viu: “Era uma imensa multidão, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas” (Ap 7,9).

Todos estes combatentes de Deus, merecem nossa imitação, pois foram adolescentes, jovens, homens casados, mães de família, operários, empregados, patrões, sacerdotes, pobres mendigos, profissionais, militares ou religiosos que se tornaram um sinal do que o Espírito Santo pode fazer num ser humano que se decide a viver o Evangelho que atua na Igreja e na sociedade. Portanto, a vida destes acabaram virando proposta para nós, uma vez que passaram fome, apelos carnais, perseguições, alegrias, situações de pecado, profundos arrependimentos, sede, doenças, sofrimentos por calúnia, ódio, falta de amor e injustiças; tudo isto, e mais o que constituem o cotidiano dos seguidores de Cristo que enfrentam os embates da vida sem perderem o entusiasmo pela Pátria definitiva, pois “não sois mais estrangeiros, nem migrantes; sois concidadãos dos santos, sois da Família de Deus” (Ef 2,19).

Neste dia a Mãe Igreja faz este apelo a todos nós, seus filhos: “O apelo à plenitude da vida cristã e à perfeição da caridade se dirige a todos os fiéis cristãos.” “A perfeição cristã só tem um limite: ser ilimitada” (CIC 2028).

Todos os santos de Deus, rogai por nós!

Paz de Cristo e até a próxima!

Fonte: Canção Nova.

1

Viver mais presente no presente

17820834_lwa8vSe o Senhor te dá um outro Dia. É porque Ele quer que você viva um outro Dia; e de maneira diferente que a do dia anterior.

Ele espera que você traga para viver neste novo dia, todo aprendizado do dia anterior, como experiência a ser utilizada para que você viva melhor este novo dia que te concedeu. Se não fosse assim, para que te daria um novo dia?

As memórias são preciosas e merecem apreço, sobre tudo as boas. São como um livro já lido que nos trouxe um aprendizado importante. E ao qual podemos retornar e recorrer vez por outra, para consultar e obter maior clareza e precisão da lembrança sobre o que ele nos deu a conhecer de positivo. De forma que possamos nos utilizar oportunamente deste aprendizado no momento presente.

 O Senhor nos dá um Novo Dia, dentro do “Tempo” que convencionamos para nós, a fim de que sempre estejamos em espírito, corpo, mente, e coração, posicionados no presente, que é o único momento com o qual podemos concretamente interagir. Por isso o momento anterior ao tempo presente se chama “passado”; ou seja, passou, já aconteceu. Já não é mais “Presente”. Por isso também, o momento posterior, que pode vir ou não, depois do tempo presente se chama “Futuro”; ou seja, ainda não está acontecendo. Podemos sonhar com ele. Podemos imaginar projetos e fazer planos para ele. Mas, ele ainda não existe.

Destes três, o único e mais importante que temos para realizar algo é o “Presente”.Considerando ainda que, como o próprio nome diz é uma dádiva. Dádiva exclusiva, impar, e inédita, que nunca se repete.

Caríssimo(a), tudo que este novo dia te propõe e te chama a empenhar-se a realizar ou resolver; FAÇA-O DE UMA VEZ, para que você não perca o timing (cronometragem) do curso e do ritmo de sua tida, e de sua História de Vida. E assim entre em um looping cansativo.

imageAs questões que se nos apresentam HOJE são para HOJE. Se você retardá-las para um possível amanhã; das duas uma; ou Eles ocuparão um espaço que impedirá que você receba integralmente tudo o que o novo Dia te reserva, ou você correrá o risco de não ter mais a oportunidade de um Outro Dia. E se isto envolve outra Pessoa, se aplica a você ou ele(a); precisamos VIVER MAIS PRESENTE no Presente.

Interiormente e em nossos relacionamentos com Deus e com o Próximo, especialmente os mais próximos, com tudo que o Presente nos dispõe usufruir. Precisamos deixar adequadamente o passado no Passado; como um livro que já foi lido, e liberar espaço para receber com gratidão e Alegria cada Novo Dia que o Senhor nos concede, e nele nos posicionarmos por inteiro; em espírito, corpo, mente, e coração. Com mais Equilíbrio e mais Serenidade, que nos dão a necessária Paz interior para interagir com ele, em qualquer que seja a forma com que ele se apresente para nós.

A Vida não se constitui só de alegrias, e nem só de dissabores, mas, é esta alternância incidental que nos faz crescer, amadurecer, e alcançar Sabedoria e temperança para nos fazermos Parceiros dela. “Não se ponha o Sol sobre o vosso ressentimento” (Efésios 4, 26).

Se a maneira de resolver uma questão de hoje é buscar o entendimento pelo diálogo. FAÇA-O HOJE. Se a maneira de resolver uma desavença, ainda que seja de ontem, é pedindo ou acolhendo o Perdão. E Deus te concedeu este “Outro Dia de Hoje”; FAÇA-O HOJE.

Se para realizar um Sonho ou um Projeto Pessoal, é necessário que você abra mão de algum prazer para empenhar mais e melhor sua dedicação para fazê-lo se tornar realidade; FAÇA-O HOJE.

aqui-e-agoraSe você já se deu, ou está se dando conta, que sem Deus você não vai chegar a nenhum lugar que seja inteira e verdadeiramente BOM; FAÇA HOJE O CAMINHO QUE CONDUZ EM SUA DIREÇÃO.

sobre-aproveitar-o-momento-sem-pensar-no-depois-capaSeu Tempo é o Presente. Não desperdice seu Tempo, e nem sua Vida ocupando o seu Presente com “coisas” do Passado. E também não se preocupe por demais com o que ainda não está acontecendo. Deus tem sobre TUDO o Controle. Sobre TUDO a Última Palavra Pertence a Ele.

carpe-diemCARPE DIEM. Viva mais intensamente presente no Presente. Pois, este é o propósito D’Aquele que É, para sua Vida.

Diácono Antônio Luiz.

1

Santo Antônio de Sant’Anna Galvão

images-4Frei Galvão, o padroeiro dos engenheiros, arquitetos e construtores. Era cheio do espírito da caridade, não media sacrifícios para aliviar os sofrimentos alheios conhecido como “o homem da paz e da caridade”, Antônio de Sant’Anna Galvão, popularmente conhecido como Frei Galvão nasceu no dia 10 de maio de 1739, na cidade de Guaratinguetá (SP).
Filho de Antônio Galvão, português natural da cidade de Faro em Portugal, e de Isabel Leite de Barros, natural da cidade de Pindamonhangaba, em São Paulo. O ambiente familiar era profundamente religioso. Antônio viveu com seus irmãos numa casa grande e rica, pois seus pais gozavam de prestígio social e influência política.
O pai, querendo dar uma formação humana e cultural segundo suas possibilidades econômicas, mandou Antônio, com a idade de 13 anos, à Bahia, a fim de estudar no seminário dos padres jesuítas.
Em 1760, ingressou no noviciado da Província Franciscana da Imaculada Conceição, no Convento de São Boaventura do Macacu, na Capitania do Rio de Janeiro. Foi ordenado sacerdote no dia 11 de julho de 1762, sendo transferido para o Convento de São Francisco em São Paulo.

A grande obra da vida de Frei Galvão

Num tempo em que construções de conventos de ordens religiosas e até de igrejas estavam proibidas em todo o império pelo marquês de Pombal, Frei Galvão assumiu as img_9162consequências e fundou o novo Recolhimento, chamado Recolhimento Nossa Senhora da Luz. A fundação foi em 2 de fevereiro de 1774. A identidade espiritual da nova fundação era baseada na Ordem da Imaculada Conceição.  Frei Galvão escreveu os estatutos, as regras e deu todo o amparo necessário para que o pequeno recolhimento se tornasse, de fato, uma congregação religiosa.

Um casebre dá origem ao bairro da Luz

Irmã Helena e mais duas jovens vocacionadas foram morar no recolhimento. O Recolhimento, porém, nada mais era do que um casebre afastado da cidade, no meio do mato. Este local é o mesmo onde hoje está o Mosteiro da Luz, construído por Frei Galvão. Ali, por causa da construção, iniciou – se o Bairro da Luz na cidade de São Paulo.

Reviravolta na história

Aos poucos, outras jovens vocacionadas foram entrando no Recolhimento, confirmando a profecia de Irmã Helena. Quando o Recolhimento tinha pouco mais de um ano, um fato surpreendente mudaria todo o rumo da história: Irmã Helena faleceu repentinamente em 23 de fevereiro de 1775. Por isso, Frei Galvão se viu obrigado a se tornar o novo diretor do instituto, e novo líder espiritual das irmãs. Nisso, um grande número de moças vocacionadas começaram a vir para o Recolhimento.

Frei Galvão, padroeiro dos construtores, engenheiros e arquitetos

Aos poucos, não havia mais lugar para acomoda – las com dignidade no casebre. Por isso, oleo-de-alex-tavares-construcao-do-mosteiro-da-luz-acervo-museu-frei-galvaoFrei Galvão, usando das habilidades que aprendera com os Jesuítas, projetou e começou a construir o Mosteiro da Luz. No começo, ele e as irmãs trabalhavam na obra. Depois, os pais das irmãs do recolhimento começaram a enviar escravos e dinheiro para ajudarem na construção. O povo, vendo a grandeza da obra, começou a ajudar com mantimentos, alimentos para todos e materiais de construção.

Perseguição

Um governador novo, porém, chegou a São Paulo e quis por a ordem do Marquês de Pombal em prática mandando fechar o recolhimento.  Frei Galvão obedeceu, mas as irmãs se recusaram a sair do Recolhimento. O governador, então, começou a agir com violência enviando tropas e ameaçando destruir tudo. Mas o povo se revoltou e o governador teve que ceder. Assim, Frei Galvão voltou a liderar a construção e o Recolhimento. O povo queria o Mosteiro da Luz. A construção demorou 28 anos e, como foi dito, deu origem ao Bairro da Luz em São Paulo.

Prisioneiro da cidade de São Paulo

Mais tarde, o Capitão – Mor de São Paulo sentenciou um soldado à morte pelo fato de este ter ofendido levemente a seu filho. Frei Galvão não aceitando a punição, defendeu o soldado e por consequência foi preso. Mas o povo, as irmãs e o Bispo de São Paulo, Dom Manuel da Ressurreição, recorreram ao superior provincial, escrevendo – lhe que “nenhum dos habitantes desta cidade será capaz de suportar a ausência deste religioso por um único momento”. Depois, em 1781, Frei Galvão foi nomeado mestre de noviços em Macacu e em 1798 assume o cargo de guardião do Convento de São Francisco.

Frei Galvão e as caridades

Embora ele sempre escondesse seus atos de caridade, quase todos eram anunciados pelas pessoas que eram beneficiadas por ele. Com muitas esmolas que ele recebia de pessoas ricas, ele pagava dívidas de pessoas presas nas mãos de agiotas e se mantinha oculto. Só depois de muito tempo os beneficiados ficavam sabendo que Frei Galvão é quem tinha ajudado.

Milagres de Frei Galvão em vida

Frei Galvão era um homem de muita e intensa oração. Por isso, alguns fenômenos místicos em sua vida foram presenciados por testemunhas. Fenômenos como o dom da cura, dom de ciência, bi-locação, levitação foram famosos durante sua vida, sempre em vista do bem de doentes, moribundos e necessitados.

Pílulas de Frei Galvão e sua origem

frei-galvaoCerta ocasião Frei Galvão foi a Guaratinguetá para pedir recursos para a construção do Mosteiro da Luz. Terminada sua missão, tinha que regressar por causa de compromissos no convento. Nisso, alguns homens vieram pedir que ele fosse até uma fazenda distante rezar por um amigo deles que estava padecendo com uma pedra no rim há dias. O homem estava quase para morrer de dor. Impossibilitado de ir até lá, Frei Galvão teve uma inspiração: escreveu num pedacinho de papel uma frase do ofício de Nossa Senhora: “Depois do parto, ó Virgem, permaneceste intacta: Mãe de Deus, intercedei por nós”. Frei Galvão embrulhou o papelzinho em forma de pílula e deu aos amigos do doente dizendo que ele tomasse aquilo em clima de oração, rezando o terço de Nossa Senhora. Mais tarde, espalhou-se a notícia da cura daquele doente. Tempos depois, o Frei foi procurado por um homem aflito. Sua esposa estava em trabalho de parto há quase um dia e corria risco de morte. O religioso fez três pílulas e deu ao homem com as mesmas recomendações. O homem levou as pílulas para a esposa, que as tomou e conseguiu dar à luz um filho com saúde. Daí em diante, a fama das pílulas de Frei Galvão se espalhou. O povo começou a procurá-las de tal maneira, que ele teve que pedir às irmãs do Recolhimento que produzissem as pílulas. Depois, ele as abençoava e as irmãs distribuíam para o povo. Desde esse tempo, há inúmeros relatos de graças alcançadas através das Pílulas de Frei Galvão.

Frei Galvão vai ao céu

Às 10 horas do dia 23 de dezembro de 1822, no Mosteiro da Luz de São Paulo, havendo recebido todos os sacramentos, adormeceu santamente no Senhor, contando com seus quase 84 anos de idade. Foi sepultado na Capela – Mor da Igreja do Mosteiro da Luz, e sua sepultura ainda hoje continua sendo visitada pelos fiéis.
foto00310Sobre a lápide do sepulcro de Frei Galvão está escrito para eterna memória: “Aqui jaz Frei Antônio de Sant’Anna Galvão, ínclito fundador e reitor desta casa religiosa, que tendo sua alma sempre em suas mãos, placidamente faleceu no Senhor no dia 23 de dezembro do ano de 1822″. Sob o olhar de sua Rainha, a Virgem Imaculada, sob a luz que ilumina o tabernáculo, repousa o corpo do escravo de Maria e do Sacerdote de Cristo, a continuar, ainda depois da morte, a residir na casa de sua Senhora ao lado de seu Senhor Sacramentado.
Frei Galvão é o religioso cujo coração é de Deus, mas as mãos e os pés são dos irmãos. Toda a sua pessoa era caridade, delicadeza e bondade: testemunhou a doçura de Deus entre os homens. Era o homem da paz, e como encontramos no Registro dos Religiosos Brasileiros: “O seu nome é em São Paulo, mais que em qualquer outro lugar, ouvido com grande confiança e não uma só vez, de lugares remotos, muitas pessoas o vinham procurar nas suas necessidades”.

Milagres de Frei Galvão

Para ser canonizado, a Igreja exige a comprovação de dois milagres (fatos inexplicáveis pela ciência) acontecidos pela intercessão do santo. Assim, as curas de Sandra Grossi de Almeida e Daniella Cristina da Silva, acontecidas pela intercessão de Frei Galvão, são verdadeiros milagres inexplicáveis cientificamente.  Sandra Grossi possuía uma malformação uterina que impossibilita qualquer mulher de manter um feto por mais de quatro meses. Pois, em 1999, após tomar as pílulas e pedir a Frei Galvão, ela prosseguiu com a gravidez e deu à luz ao menino Enzo. Daniella Cristina da Silva, então com quatro anos de idade, sofria de uma hepatite considerada incurável pelos médicos. Após tomar as pílulas e rezar fervorosamente, ficou curada inexplicavelmente.

Primeiro Santo brasileiro

frei-galvaojpg423112012144414O dia 25 de outubro, dia oficial do santo, foi estabelecido, na Liturgia, pelo saudoso Papa João Paulo II, na ocasião da beatificação de Frei Galvão em 1998 em Roma. Com a canonização do primeiro santo que nasceu, viveu e morreu no Brasil, a 11 de maio de 2007, o Papa Bento XVI manteve a data de 25 de outubro.

Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, rogai por nós!

 

Esse é só um resumo da vida desse grande santo, mas busque conhecer mais sobre a vida de um homem que buscou a santidade, servir a Deus, e nos mostra que também somos capazes!

Fontes:
Canção Nova e Cruz Terra Santa.

1

 

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑