DINÂMICA DO BARCO

Olá povo amado!
Para o nosso quadro de “Dinâmicas catequéticas” trouxemos algo especial para esse mês de outubro onde vamos falar sobre missões. Não é algo fácil. Vamos lá?

images-9

DINÂMICA: O Barco
O objetivo dessa dinâmica é aumentar a fé em Jesus; Conscientizar o ser missionário de cada um; VESTIR A CAMISA DE CRISTO.Você pode fazer com o número de pessoas que quiser tá bom? Tempo necessário para realização: 15 minutos

MATERIAL NECESSÁRIO:

Folha ofício para cada participante  e a Bíblia! E aí você começa a reflexão.
Vamos lá!

Somos chamados por Deus a vida, e esta nossa vida nós podemos representar como um barco que navega em alto mar. (Fazer o barco de papel – e mostrando como faz pra quem não sabe poder ver e copiar).

Há momentos da nossa vida que o  mar se mostra calmo, mas em muitos momentos nós navegamos por  tempestades que quase nos leva à naufragar. Para não corrermos o risco de naufragar precisamos equilibrar bem o peso de nosso barco. Devemos ver o que pode estar pesando dentro desse barco.

O barco pesa do lado direito. São as influências do mundo. Ex: Ambição, drogas, televisão, inveja, etc.

Vamos tirar de dentro do nosso barco tudo isso para que ele se equilibre novamente? Vamos lá? (Cortar a ponta do lado direito do barco).

Navegamos mais um pouco e de repente percebemos que o outro lado agora é que está pesado, precisamos tirar mais alguma coisa deste barco. Deste lado do barco está pesando: Egoísmo, infidelidade, impaciência, desamor, falta de oração, etc. (Cortar a ponta do lado esquerdo do barco).

Percebemos agora que existe uma parte do barco que aponta pra cima, essa parte representa a nossa fé em Jesus, nós queremos ter sempre dentro do nosso barco, esta nossa fé nós vamos guardar e cuidar com carinho para nos sustentar na nossa jornada.(Cortar a ponta de cima do barco e colocar em algum lugar visível).
E agora? Cortamos e cortamos e nem barco podemos mas chamar isso. Então vamos lá? Vamos abrir este nosso barco e ver como ficou? (Abrindo parece uma camisa).
Olha como ficou! Uma camisa! Rs
Esta é a camisa do Cristão, somos atletas de Cristo, e como bons atletas que somos temos que usar muito essa camisa para que nosso time sempre vença. É difícil, temos que sacrificar nossos desejos, abandonar as coisas do mundo, deixar de lado todo o peso que insistimos e carregar durante nossa vida. (colocar alguma coisa sobre o nosso dever de ser cristão).

Depois de suarmos esta camisa, nós podemos ter certeza disto.(Abrir a camisa e mostrar a cruz sinal da certeza da nossa Salvação).
Só conseguiremos esta salvação se assumirmos a proposta de Cristo (Olhando através da cruz podemos ver nosso próximo e entender suas necessidades)

Como vamos nos manter firmes nesta caminhada de cristão não deixando que nosso barco afunde. Temos que nos alimentar, e aqui  está o único e verdadeiro alimento para nossa alma, que nos faz fortes e perseverantes.
(Pegar aquela ponta de cima do barco que cortamos e separamos.
Esta pontinha! Mostrar e perguntar o que é,RESPOSTA: EUCARISTIA – Esta é a certeza que Jesus estará sempre dentro do nosso barco para enfrentar conosco qualquer tempestade).

Obs.: Os quatro pedaços de papel que retiramos da ponta do barco são os remos. Nós usamos dois remos e os outros dois remos são de Jesus que está sempre em toda nossa caminhada nos ajudando.

Para concluir a dinâmica vamos ler a palavra de Deus!

 “23 Então Jesus entrou na barca, e seus discípulos o acompanharam. 24 E eis que houve grande agitação no mar, de modo que a barca estava sendo coberta pelas ondas. Jesus, porém, estava dormindo. 25 Os discípulos se aproximaram e o acordaram, dizendo: «Senhor, salva – nos, porque estamos afundando!» 26 Jesus respondeu: «Por que vocês têm medo, homens de pouca fé?» E, levantando – se, ameaçou os ventos e o mar, e tudo ficou calmo. 27 Os homens ficaram admirados e disseram: «Quem é esse homem, a quem até o vento e o mar obedecem?»”   Mt 8, 23 – 27

Bom meus amados por hoje ficamos assim! Rs
Mas em breve tem mais!
Fiquem com Deus.

A fonte que usamos  outras dinâmicas super legais!
Fonte: http://www.catequisar.com.br/texto/dinamica/volume02/80.htm

Agradecimento

No dia 25 de setembro, a Paróquia Nossa Senhora Aparecida participou da Feira Bíblica da Paróquia de São Benedito o que para nós foi uma grande honra onde pudemos expor o trabalho da nossa perseverança e também de ver como foi importante para eles o aprendizado da História da Criação. Parabéns a todos pela organização, exposição das maquetes pelos perseverantes e o aprendizado que deu a todos os participantes.  Agradecemos  a toda equipe da Paróquia de São Benedito pelo carinho, acolhimento e dedicação que tiveram com a nossa equipe, esperamos contar sempre com essa integração.

Grata Elisete Cantuaria

Catequista da Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Del Castilho.

img_4871-2

São Cosme e Damião

sao-cosme-e-sao-damiao-desenho

“Teus deuses não têm poder algum, nós adoramos o Criador do céu e da terra!”

Assim começamos nossa matéria de hoje.

Dia 26 de setembro, lembramos dois grandes santos mártires muito populares: São Cosme e São Damião, irmãos gêmeos, médicos e santos na vocação da vida. Amavam a Cristo e sentiam seus corações arder, ansiavam por salvas almas, decidiram então atrair as pessoas pra perto do Senhor através da medicina. Não cobravam pelos atendimentos, fazia por amor, e como uma missão de amor almejavam as coisas do alto, a riqueza maior que vem de Deus. Pregavam o evangelho com sinais e prodígios. Dessa forma, com todo esse fervor, fé, amor a Jesus. Plantaram muitas sementes de salvação, e muitos se converteram. Cosme e Damião curavam muitos doentes em nome de Jesus, e pelo seu poder, uns até a beira da morte. Também preocupavam – se em curar animais, pois sabiam que “toda a criação aguarda, com ardente expectativa, pela manifestação da Glória de Deus em Seus filhos” (Rm 8,18-19). Porém, as atividades cristãs dos médicos gêmeos chamaram a atenção das autoridades locais da época, quando o Imperador romano Diocleciano autorizou a perseguição aos cristãos, por volta do ano 300. Diocleciano odiava os cristãos porque eram fiéis a Cristo, e não adoravam ídolos ou estátuas de deuses pagãos, consideradas sagradas pelo Império Romano.

E assim, por pregarem o cristianismo, Cosme e Damião foram presos, levados a tribunal e acusados de se entregarem à prática de feitiçarias e de usar meios diabólicos para disfarçar as curas que realizavam. Tendo em vista esta acusação, a resposta deles era sempre: “Nós curamos as doenças em nome de Jesus Cristo e pelo Seu poder!”

Diante da insistência dos perseguidores da fé cristã, com relação à adoração aos deuses, responderam: “Teus deuses não têm poder algum, nós adoramos o Criador do céu e da terra!”
Não renunciaram aos mandamentos de Deus, não renegaram a fé, mantiveram – se firme, fiéis, e então, Diocleciano decretou a morte deles. Resistiram às flechas e as pedras, mas foram decapitados. Uma morte considerada uma honra reservada somente aos cidadãos romanos. Dessa maneira é que Cosme e Damião foram martirizados.

São Cosme e São Damião jamais abandonaram a fé cristã e foram decapitados no ano de 303. São considerados os padroeiros dos farmacêuticos, médicos e das faculdades de medicina.
Imitemos nossos santos, seu exemplos de fervor, amor a Cristo, mas NÃO PAREMOS NOS SANTOS! Assim como eles não se limitaram. Devemos ir além dos santos, e ter como meta a Cristo, como eles tiveram!

e41d

OREMOS:

São Cosme e Damião, que, por amor a Deus e ao próximo, vos dedicastes à cura do corpo e da alma de vossos semelhantes. Abençoai os médicos e farmacêuticos, medicai o meu corpo na doença e fortalecei a minha alma contra a superstição e todas as práticas do mal. Que vossa inocência e simplicidade acompanhem e protejam todas as nossas crianças. Que a alegria da consciência tranquila, que sempre vos acompanhou, repouse também em meu coração. Que vossa proteção, São Cosme e Damião, conserve meu coração simples e sincero. Senhor nosso Deus, que dissipais as trevas da ignorância com a luz de Cristo, vossa Palavra, fortalecei a fé em nossos corações, para que nenhuma tentação apague a chama acesa por vossa graça. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

São Cosme e São Damião, rogai por nós!

Segue as fontes que utilizamos para preparar esse texto pra vocês!

Canção Nova e O fiel católico

A paz, e até logo!

 

Mês da Bíblia | Dinâmica

Olá povo amado!!
Dia lindo, mês da Bíblia e nós trouxemos um material especial pra você catequista, dirigente de grupo jovem, círculo bíblico e outros. Vem com a gente que você vai gostar! Rs
Hoje nós trouxemos aqui uma dinâmica simples para se trabalhar no mês da Bíblia e que ainda como diz o nome “dinâmica”, não vai deixar seu encontro massante, fazendo com que  você interaja mais com o grupo e mais fácil para assimilar.

images-3

PALAVRA QUE TRANSFORMA
O objetivo é fazer o grupo refletir de que forma assimilarmos, compreendermos, e como estamos vivendo a PALAVRA DE DEUS em nossas vidas.
Você já se fez essa pergunta? Vos refletir antes de trabalhar com seu grupo pra poder partilhar junto! Rs
O material é simples você vai precisar de uma bolinha de isopor, um giz, um vidrinho de remédio vazio, uma esponja e uma vasilha com água. Simples né?

Primeiro se explica que a água é a palavra de Deus e que o objeto somos nós, depois se coloca a água na vasilha, e alguém mergulha o isopor, após ver o que ocorre com o isopor, mergulhar o giz, depois o vidro de remédio e por último a esponja.
E agora, o que fazer? Acaba por aí? Não! Vamos refletir!
– Como a Palavra de Deus age na minha vida?
– Eu estou agindo como o isopor que não absorve nada e também não afunda ou aprofunda?

– Ou estou agindo como o giz que guarda a água para si sem partilhar com ninguém?

– Ou ainda agimos como o vidrinho que tinha água só para passar para os outros, mas sem guardar nada para si mesmo?

– Ou agimos como a esponja absorvendo bem a água e mesmo espremendo continuamos com água?

Bom, depois disso nada melhor que refletir, e partilhar a respeito utilizando a palavra de Deus. Segue aí umas passagens que vc pode utilizar com seu grupo!

Iluminação Bíblica: Is 40,8; Mt 7,24; 2Tm 3,16.

Isaías 40,8
A erva seca, a flor murcha, mas a palavra do nosso Deus se realiza sempre.

Mateus 7,24
24 «Portanto, quem ouve essas minhas palavras e as põe em prática, é como o homem prudente que construiu sua casa sobre a rocha.

Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 3,16
16 Toda Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, para refutar, para corrigir, para educar na justiça.

Bom meu povo amado, por hoje é só, mas se você gostou partilhe com a gente nos comentários, compartilhe com amigos, e o mais importante realize com o seu grupo! Hahahahahaha
Fiquem com Deus e até a próxima.
Vamos deixar como sempre a fonte abaixo da nossa pesquisa e onde você pode se aprofundar  tá bom?
A paz!!!

http://www.catequisar.com.br/texto/dinamica/volumebiblia/56.htm

REBELDIA SEM CAUSA.

A rebeldia sem causa não leva a nenhuma transformação. Muitos de nós, sobretudo os jovens, temos momentos de rebeldia, em geral contra os pais. Buscam direitos pessoais e particulares, pode ser até justo em determinada ocasião. Mas observem, as vezes se trancam no quarto com objetivo de reverter o não dos pais, os quais não deixaram irem a determinado lugar. Mas, e a água que seu pai desperdiça quando lava o carro? E a sua mãe quando fica muito tempo vendo TV e esquece de desligar. E a água desperdiçada no chuveiro? E o óleo jogado no ralo da pia? E a compra do produto supérfluo? São nossas atitudes coerentes que transformam. Embora se reconheça o desejo de mudança, e não saiba bem como elaborá-la. Lutar por uma causa, defender a possibilidade de um novo mundo. Uma nação não é feita de uma só pessoa, é feito por várias pessoas que juntas podem sim transformar qualquer lugar no melhor lugar do mundo. A rebelião se torna criminosa quando a válvula de escape é inadequada. Esta rebeldia, semelhante a dos adolescentes, deve ser canalizada de forma positiva para que a vida madura seja plena, com saúde física e espiritual. Abrir o coração à afetividade é um bom começo.

Resultado de imagem para rebeldia png
Um abraço fraternal
Diácono Glen Borba Carreira

CREIO EM DEUS PAI…

cruz_oracaoHoje vamos falar, não falar, mas apresentar a vocês um exercício de aprofundamento do Credo. Aquela oração que muitas vezes rezamos, ou apenas repetimos mecanicamente sem saber a força que tem essa oração.

Padre Thiago Bartoli, Vigário da Paróquia São Benedito – Pilares, sempre reforça que precisamos rezar esta oração, que se soubéssemos sua força não deixaríamos de reza – lá.

 Então vamos ao exercício de aprofundamento?

1° Passo: LEITURA DA ORAÇÃO DO CREDO.

Pegue a oração e leia atentamente.

oraes-para-catquese-infantil-4-638

2° Passo: MEDITAÇÃO.

gestao-copia1Momento de silêncio interior, lembrando o que leu. Mergulhar, concentrando – se, na oração, numa espécie de memorização. Refletir, ruminar, repetir as palavras mais significativas da oração. Ver bem o sentido de cada frase. 
Alargar a visão, ligando as frases com os textos bíblicos que lhe vierem à memória.
Aprofundar e aplicar a mensagem no hoje de sua vida de comunidade.

3° Passo: ORAÇÃO.

renunciando-suas-proprias-vontades-73Rezar a oração, respondendo a Deus.

Conversar com Deus a partir da oração do Credo.

Responder as perguntas que surgirem da oração e da reflexão.

Ter uma atitude de perdão, adoração, louvor, agradecimento, compromisso…

*Mesmo que nesse ponto o desânimo bata, não pare! Você consegue!

4° Passo: CONTEMPLAÇÃO

versiculos_para_meditarMergulhar no mistério de Deus presente nesta Profissão de Fé: senti-lo presente, saborear sua presença e os sentimentos que essa presença desperta em você. 
Procurar, agora, ver a realidade desta Profissão de Fé com olhos de Deus. 
Escolher uma expressão da oração, como resumo, para memorizar.

* Eu já escolhi a minha!

“Creio no Espírito Santo: Na Santa Igreja Católica; Na comunhão dos Santos; Na remissão dos pecados; Na ressurreição da carne; Na vida eterna.”

Vamos lá!

Continuando…

Formular um compromisso de vida a partir do Credo.

5° Passo: AVALIAÇÃO

3*Qual expressão mais me toca no Credo?

*Quais os sentimentos que me afetaram mais intensamente durante este exercício?

* Quais os apelos ou impulsos mais urgentes?

*Quais as resistências mais sentidas durante este exercício?

Bom, esse é um exercício que pode não só ser usado no Credo, mas em vários momentos de leitura da Palavra, e outras orações. 

Por hoje é só! 

A paz de Cristo!images-8

Fonte:

Livro: Reflexão sobre o Catecismo da Igreja Católica para a Família.

Autor: Padre José Carlos Pereira, CP

Editora: A Partilha

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑